sábado, 19 de maio de 2018

O Sinistro Exército de Terracota Chinês

Foto/crédito: Professor O.Oliveira - China 2018


Por Gério Ganimedes

Estruturas ricas em detalhes que penso comprovarem que nossas mais antigas origens são extraterrestres - tecnologia avançada alienígena ou arte terrestre?

Construídos dentro de critérios rigorosos da doutrina chinesa sob a óptica artística do grande imperador chinês, surgiram do barro faces inócuas e exclusivas de um exército de proteção e segurança real, no mínimo sinistro. As inúmeras faces de um DNA ímpar cruzam galerias infindáveis de homens eretos que demonstram uma fidelidade real e protetiva exalando o cheiro ancestral do barro manipulado pela exigente arte ancestral chinesa. Descartando a cronologia histórica e excluindo-se a inúmeras teorias antropológicas de toda esta singular construção artística o que podemos vislumbrar de real através do tempo por trás destes rostos e posturas métricas precisas, de uma “arte viajante do tempo” que parece viva diante de nossos olhos?

Com a cortesia de um novo colaborador do Projeto Quartzo Azul, o Professor O. Oliveira, que teve o privilégio de conhecer recentemente de perto esta magnífica arte milenar, apresentamos fotos atuais de uma obra misteriosa envolta em histórias.



Foto/crédito: Professor O.Oliveira - China 2018

As longas galerias do exército de terracota, ou Guerreiros de Xian, ou ainda, o exército do imperador Qin, é uma coleção de esculturas feitas em terracota (material constituído por argila cozida no forno e utilizada em arte cerâmica ou em construções. O termo terracota também se refere à cor natural laranja acastanhado do composto) representando os fieis soldados de Qin Shi Huang do primeiro imperador da China. Apresentada na forma de "arte funerária" enterrada com o imperador, foi construída com a finalidade de proteger o governante chinês em sua vida após a morte. As sinistras esculturas, que datam de aproximadamente final do século III AC, foram descobertas em 1974 por agricultores locais no Distrito de Lintong na província de Shaanxi. Com base em estimativas atuais de pesquisadores, existem mais de oito mil soldados, 130 carruagens com 520 cavalos e mais 150 cavalos destinados à cavalaria.  Muitas destas obras que atravessaram o tempo ainda encontram-se enterradas nas covas próximas do Mausoléu de Qin Shihuang‎.


Foto/crédito: Professor O.Oliveira - China 2018

Quantos são os mistérios emergentes em nosso planeta, quantos são os vultos ancestrais que ainda sem solução e conhecimento caminham entre nós e nos assombram através da história antiga e contemporânea parecendo trazerem em seus contornos e traços uma inteligência ainda maior e quem sabe extraterrestre? Precisamos sair de nosso mundo em busca de vida inteligente extraterrestre? Acredito que temos esta resposta aqui mesmo em nosso próprio mundo construído com uma base de DNA alienígena. Precisamos apenas limpar nossa óptica e projetar mais além nossas fronteiras conceituais para entendermos que já fomos visitados e somos parte de mundos muito mais avançados. 

Impressão 3D com tecnologia extraterrestre e matéria-prima terrestre ou minucioso artesanato escravo curvado ao imperador?

 

 



< Clique nas fotos para ampliar >
Fiquem Bem

Agradecimentos especiais ao Professor O. Oliveira pelo material fotográfico enviado.

Texto: Gério Ganimedes – Anderson Mace
Fotos/crédito: Professor O.Oliveira
Divulgação: Rosana Santiago

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Projeto Quartzo Azul©©

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...