domingo, 17 de junho de 2012

O Enígma do Báltico



Por Gério Ganimedes


Uma expedição ao desconhecido, com propósitos muito além de apenas solucionar um enígma, mas para quem sabe silenciar teorias e hipóteses de ufólogos e crentes em vida extraterrestre, tentando desvendar uma imagem que mais se assemelha a um veículo de filmes de ficção científica, capturada no fundo do Báltico, talvez tenha trazido a tona, juntamente com os mergulhadores, mais perguntas e dúvidas do que propriamente as respostas esperadas ao mistério ou enígma de outro mundo. Os céticos esperavam que com este mergulho em águas profundas, desmereceriam a enorme quantidade de teorias extraterrestres, em torno um objeto não identificado estacionado no fundo do Mar Báltico, entretanto a equipe sueca envolvida na expedição de identificação, que regressou à tona, trouxe consigo mais perguntas do que respostas, o que certamente, não apresentou solução alguma para as suas origens. Os mergulhadores descobriram que o objeto, que alguns compararam a espaçonave Millennium Falcon do clássico Guerra nas Estrelas, por causa de seu contorno circular incomum, apresenta-se erguido a cerca de 3 a 4 metros acima do leito do mar e com curva nas laterais, dando-lhe a forma de um cogumelo.

Estacionado no final de um longa trilha de 300 metros, a equipe de mergulhadores suecos registrou o que podem ser marcas de uma possível derrapagem do objeto não identificado, no entanto as respostas ainda não são claras. Com um diâmetro de 60 metros o enigmático objeto, que mais se assemelha em forma com um cogumelo, esta com parte de seu corpo para fora do leito do mar. O segmento que destaca-se no leito do oceano tem entre 3 a 4 metros. Os mergulhadores acrescentaram que o objeto é arredondado nos lados e possui as bordas ligeiramente ásperas.

Peter Lindberg comunicou a imprenssa: “Primeiro pensei que isso era apenas uma pedra, mas isso é outra coisa”. 

No centro do objeto, que tem um diâmetro de 60 metros, tem um furo em forma oval e saliente. Ao redor da abertura eles encontraram uma estranha formação rochosa inexplicável.

Tocando lenha na fogueira, fazendo arder as teorias especulativas extraterrestres ligadas a veículos alienígenas, eles disseram que as rochas que cercavam a misteriosa abertura oval, pareciam, como pequenas lareiras que estavam cobertas de fuligem ou algo semelhante”. Uma vez que, nenhuma atividade vulcânica tenha sido relatada no Mar Báltico, o achado torna-se ainda mais estranho disse Lindberg.


Postagens anteriores:


 
Comentário do Autor


Segue o mistério e nascem juntamente, com as sombras oceânicas das informações divulgadas, as dúvidas de que, se algo de verdadeiro e extraterrestre, realmente estiver adormecido no fundo do oceano, será a nós revelado. O maior enigma não é o achado, mas a incerteza de que se descoberto, ficaremos sabendo o que verdadeiramente é.


Gério Ganimedes


Fonte da notícia: Daily Mail – UK
Leia a notícia original em inglês AQUI
Texto: Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Projeto Quartzo Azul©©

2 comentários:

  1. É caro Gério, parece que vamos continuar tendo que exercitar nosa imaginação e capacidade triangulativa em vez de acreditar a mídia e seus agentes espetacularizadores e especuladores...
    Veja que em tese pela forma (se é que os personagens estão dizendo e mostrando realmente o que estão vendo) parece um cogumelo piroplástico que endureceu, esfriou de forma rapida devido a temp baixisssima do baltico, e isso seria uma atividade tectônica que emitiu magma no mar, mas entendendo que tanto essa informação interessa ao desvio de atenção com relação a cag..da do euro e sobretudo o interesse tremendo no tema ufológico, concluo que a verdadeira verdade (essa foi doída!) continuará nos bastidores ou "anais" dos excrementissimos governantes do mundo (Sabes que não são merkels, obamas ou putins os verdadeiros) e nós continuaremos com a certeza ufológica como a origem de uma realidade insuspeita pela maioria de nós.
    Não acredito que venhamos algum dia a saber o que é esse troço, assim como não sabemos sobre roswell ou tunguska ou qualquer outro evento espetacularizado de forma pontual, semre buscando mascara algo talvez muito mais cabuloso!
    Que nos limitemos a tentar crescer espiritualmente ao ponto de podermos fazer remote viewing para descobrir as verdades, mas sempre tomando muito cuidado pois evidentemente esses caras tem camaras escondidas que acham os remote viewing e os matam antes que esses denunciem a agenda. Alem de precisarmos de corpos astrais teremos que usar camuflagem desses corpos ou essa turma "cortara" nossos "fios de prata".
    Viajantes astrais só sobrevivem quando não são vistos pelas bestas astrais!!
    Não sou muito mistico, mas que las bruxas hay. Isso hay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, escrevi piroplastico, é piroclástico.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...