domingo, 29 de janeiro de 2012

Nibiru? Atualização de Imagens

 O corpo celeste parece possuir uma névoa em torno de sua estrutura


Por Gério Ganimedes


Em 22 de agosto de 2011 um corpo celeste que não consegui identificar, mesmo utilizando o Software Starry Night Pro versão 6.0 com todas as atualizações revisadas, estava passando pela constelação de Pegasus com as seguintes informações de localização: AR/DEC: 23h23m 49,3s/+16°32’11,9”. Az/Alt: 29°58’39”/+37°55’30”. A primeira foto (acima) foi tirada com telescópio refrator de objetiva de 100 mm, com ocular combinada totalizando quase (180x). Desde ai tenho acompanhado o caminho do misterioso corpo celeste.



No dia 29 de janeiro de 2012, as 2h02m (hora sem ajuste do horário de verão), depois de alguns minutos para ajustar as coordenadas da trajetória que estamos seguindo há algum tempo, consegui localizá-lo novamente. O corpo celeste apareceu na constelação de Ophiuchus (Serpente), a sudeste com inclinação +22°


 Constelação de Ophiuchus as 15:43 do dia 29 de janeiro de 2012
Acima o Sol - Direção Oeste (Starry Nigth Pro 6)


Infelizmente, após a misteriosa destruição do meu telescópio, no qual conseguia obter todos os dados das coordenadas, estou utilizando um telescópio refrator inferior, e que além, de só atingir (120x), não possui recursos de coordenadas. O que tenho até o momento é Direção: Sudeste – 2h02m – Constelação: Ophiuchus – Inclinação: +22°. Observe nas fotos obtidas com uma câmera digital Canon de oito mega pixels acoplada na ocular, que mesmo com os poucos recursos do telescópio utilizado, o astro em observação continua a crescer e mudar de comportamento e cores na sua superfície. Vamos continuar monitorando o objeto que os colaboradores, amigos e integrantes chamaram carinhosamente de “Gerião”.

Seguem as últimas fotos do dito cujo: (clique nas fotos para ampliar)


 Ampliação digital 4x 
Observe como o astro mudou suas características desde o primeiro registro

 Ampliação digital 2x

Fiquem bem 

Gério Ganimedes
Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul©©

36 comentários:

  1. Ele está vindo em direção à Terra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua órbita parece se aproximar de nós, mas não posso garantir que esteja vindo em nossa direção. Continuo acompanhando ... Abraços e obrigado pela participação.

      Excluir
  2. Muito interessante...Gério vc tem como saber se ele está na rota do nosso planeta e a distância?Parabéns pelo seu trabalho , sempre o acompanho.Abçs.

    ResponderExcluir
  3. Debora - A órbita parece estar se aproximando de nós, entretanto não posso garantir ou afirmar que esteja vindo em nossa direção. Continuarei a acompanhar o "vermelhinho". Abraços e obrigado pelo carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gério

      Parabéns pelo site e pelo trabalho, estou sempre aqui no DF acompanhando e acessando o PQA.
      Saudações

      Johan

      Excluir
    2. Seu telescópio quebrou misteriosamente ? será que descobriu algo que estava sendo vetado.

      Excluir
  4. Salve, Gério! Sou leitor assíduo deste blog e admiro teu trabalho e tua coragem, principalmente depois de divulgar aqueles eventos para outubro, tendo a opção de omitir. Gério, estas informações me parecem muito mais sérias do que qualquer coisa que já divulgaste aqui, até mesmo os eventos de outubro. Estou francamente impressionado. Como, pelas perguntas acima, não tens mais informações sobre este astro, sugiro VEEMENTEMENTE: procure saber, por outros astrônomos amadores, se este astro já foi catalogado e demais informações básicas sobre. Se esta coisa for o que parece ser, invasão alienígena e terceira guerra mundial serão o de menos. Fique com Deus. Wilson de Blumenau

    ResponderExcluir
  5. Sr.Gério boa tarde,

    O sr. comentou:

    "Sua órbita parece se aproximar de nós, mas não posso garantir que esteja vindo em nossa direção. Continuo acompanhando ... Abraços e obrigado pela participação."

    Como o sr determinou a órbita do objeto e como encontrou a sua distância ?

    ResponderExcluir
  6. Hello, Recently this page was posted to a site called Godlikeproductions.com . As this thread has gathered over 3000 views over night, there is a good chance that many of those people viewed this site leading to a spike in the last 12-24 hours. The thread can be seen here: http://www.godlikeproductions.com/forum1/message1769352/pg1

    There is an amateur astronomer who is looking for some information so that he can check out your findings as well for himself. You can either view his requests on page 2 or read them here:

    "What are the EXACT specifics you are looking for?

    Terminology, format, and anything else I should add to a post. I will translate it and get it up there for him to hopefully respond. I just need help in what to ask.

    So what should I put in a post?
    Quoting: AC


    He needs to give the equatorial coordinates he found the object at, the exact time that the object was at those coordinates, and his location when he made the observation (he can approximate this if he wants to retain anonymity). Those pieces of information combined make up a single astrometric reading. He must have at least 3 such astrometric readings at different times in order for him to have determined the orbit and have made the claims he made without lying. The more astrometric readings he can provide, the better.

    He should also give the complete set of orbital elements that he calculated, not just the inclination. I really shouldn't have to spell out the format. If he's being honest he should already know what those are and I don't want him just filling in bullshit numbers in each blank handed to him on a silver platter, but here goes:
    Eccentricity:
    Semi-major axis:
    Inclination (already stated as 22 degrees, I find it hard to believe it's 22 degrees exactly though):
    Longitude of the ascending node:
    Argument of Periapsis (or alternatively he can give the longitude of periapsis):
    Mean anomaly (which will also require him to state the epoch of the elements, so one number and a julian date to go along with it belong here):

    He needs to give one, and preferably both, of the above two things (the entire set of astrometric readings, the orbital elements, or both)."

    Please could you either respond in that thread with the information, or reply to this post with the information? I am now going to translate what I just wrote in English into Portuguese. My apologies if Google Translate is really off but it seemed to have did a good job with your site.

    ResponderExcluir
  7. Olá, recentemente nesta página foi enviada para um site chamado Godlikeproductions.com. Como esta discussão reuniu mais de 3000 pontos de vista durante a noite, há uma boa chance de que muitas dessas pessoas viram este site mais importante para um aumento nos últimos 12-24 horas. O fio pode ser visto aqui: http://www.godlikeproductions.com/forum1/message1769352/pg1

    Há um astrônomo amador que está à procura de algumas informações para que ele possa verificar seus resultados, bem como para si mesmo. Você pode ver os seus pedidos na página 2 ou lê-los aqui:

    "Quais são as especificidades exato que você está procurando?

    Formato, a terminologia, e qualquer outra coisa, devo acrescentar a um post. Vou traduzi-lo e buscá-la lá em cima para ele espero que responder. Eu só preciso de ajuda para o que perguntar.

    Então, o que devo colocar em um post?
    Citando: AC


    Ele precisa dar as coordenadas equatoriais que encontrou o objeto menos, o tempo exato que o objeto era naquelas coordenadas, e sua localização, quando ele fez a observação (ele pode aproximar isso se ele quer manter o anonimato). Aqueles pedaços de informações combinadas formam uma única leitura astrometria. Ele deve ter pelo menos 3 tais leituras astrométricas em momentos diferentes para que ele tenha determinado a órbita e fizeram as reivindicações que ele fez sem mentir. As leituras mais astrométricas ele pode fornecer, melhor.

    Ele também deve dar ao conjunto completo de elementos orbitais que ele calculou, e não apenas a inclinação. Eu realmente não deveria ter que soletrar o formato. Se ele está sendo honesto, ele já deve saber quais são e eu não quero que ele apenas preenchendo números em cada besteira em branco entregue a ele numa bandeja de prata, mas aqui vai:
    Excentricidade:
    Semi-eixo maior:
    Inclinação (como já foi dito de 22 graus, acho que é difícil de acreditar que é de 22 graus exatamente):
    Longitude do nodo ascendente:
    Argumento do Periápice (ou alternativamente ele pode dar a longitude do periélio):
    Anomalia média (que também irá exigir-lhe afirmar a época dos elementos, então o número um e uma data do calendário juliano para ir junto com ele pertenço aqui):

    Ele precisa dar um, e preferivelmente ambos, do acima exposto duas coisas (o conjunto de leituras astrométricas, os elementos orbitais, ou ambos). "

    Por favor, você poderia tanto responder nesse tópico com as informações, ou responder a este post com a informação? Estou indo agora para traduzir o que eu escrevi em Inglês para o Português. As minhas desculpas se o Google Translate é realmente fora, mas parecia ter feito um bom trabalho com o seu site.

    ResponderExcluir
  8. Olá lá. você já observou esse objeto ao longo do tempo? qual é o seu caminho?

    ResponderExcluir
  9. Gério Ganimedes

    Esse astro exposto em seu blogspot é nada mais nada menos que Gliese 710, ou Nêmesis se você preferir.

    Essa anã-laranja está sendo monitorada. Neste exato momento, ela se encontra na Constelação de Serpente e dentro de 1,5 milhão de anos, terá cerca 90% de probabilidade estatística de se aproximar da nuvem de Oort, aumentando o risco de perturbar as órbitas dos asteróides contidos nessa região.

    Pensamos que esta anã-laranja se aproxima da nuvem de Oort a cada 26 milhões de anos e temos nossas desconfianças de que este astro cause extinções periódicas (ou pequenas extinções) na Terra.

    Sim, está vindo na direção do Sistema Solar.

    Mas suas chances de penetrar em nosso Sistema são ínfimas.

    Não, não é Nibiru.

    No momento, encerro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho curioso que seja contestado por pessoas que não se identificam. Discordo de sua identificação. Em momento algum disse que era Nibiru. Fiz um quetionamento sobre a hipótese de ser. Entretanto as caracteristicas deste corpo celeste são únicas, além de corpos espaciais que o parecem circular, apenas se assemelham a anã que você sugere, contudo não sou a última palavra nem nunca serei ... mas para mim é outra coisa.

      Excluir
    2. Prezado Gério, a minha afirmativa "Não, não é Nibiru" é tão somente uma resposta ao próprio título do seu post: "Nibiru?"

      Todavia, não entendo essa frase: "Em momento algum disse que era Nibiru."

      Sim, eu sei que não. Por isso, em nenhum momento do meu comentário, fiz essa afirmativa.

      Excluir
    3. E desejamos sucesso em suas observações. Seria ímpar que um brasileiro contribuísse de modo grandioso para a Astronomia mundial.

      Excluir
  10. Sr Gério,

    Tendo em vista que seu melhor telescópio ainda assim é de pequeno porte atingindo em boas condições de observação magnitude limite 10 e considerando que a câmera utilizada para o imageamento é de baixa sensibilidade e resolução não permitindo tempos de exposição prolongados o que exclui a possibilidade de que sua magnitude seja baixa, calculo que este objeto deva ser extremamente brilhante, tão brilhante quanto Jupiter.

    Seria interessante saber no momento onde este objeto está no céu pois seria visível mesmo a olho nú. O sr poderia apontar as coordenadas aproximadas atuais, poderia utilizar o Starry Night para obter isto.

    E sinceramente gostaria de saber como determinou sua órbita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resposta e Comentário Final do Autor sobre o post – Nibiru?

      Caros Leitores

      Determinei a órbita do corpo celeste em questão, baseado em princípios básicos de orbitas de corpos celestes, com referencia no mapa do céu, relatividade com eixo de nosso sistema planetário (Sol) e aumento de magnitude relativa do corpo observado. Apoiado em considerações e representações de vetores, aceleração de coordenadas, equação diferencial, considerações de órbitas elípticas, observando também a constante mudança de intensidade luminosa e cromática do corpo espacial. Além disso me utilizei de ferramentas como o software Starry Night Pro 6 - que ainda estou sempre aprendendo a utilizar. As formulas para o cálculo são várias o que contaminaria este texto, mas podem ser facilmente encontradas em sites astronômicos. O que percebi é que o deslocamento deslocamento através das constelações e aumento de magnitude parecem determinar, dentro de meu humilde conhecimento de astronomia, que sua órbita parece estar se modificando ou aumentando, entretanto esta minha observação ainda está muito limitada e faltando uma série de dados, que gostaria de obter ao longo do tempo desta pesquisa sem propósito alarmista. Não sou cientista nem avançado em astronomia – sou um astrônomo amador aprendendo de forma autodidata a cada leitura e a cada observação. Peço desculpas, se ainda não tenho mais dados sobre o corpo celeste em questão e se as fotos não tem uma definição melhor. Como disse, estou limitado dentro do que disponho de equipamentos e principalmente dinheiro para custear minhas pesquisas amadoras. Espero quem sabe em breve ter mais dados desta observação e poder sanar as dúvidas e questionamentos dos interessados. Agradeço sua participação e repito tudo o que tenho é baseado na minha humilde pesquisa que ao longo de 30 anos de astronomia aprendi por esforço próprio, não sendo em momento algum auxiliado em minhas observações, salvo recentemente por um amigo próximo que está disponibilizando um equipamento de maior potência luminosa para eu dar seguimento as minhas observações astronômicas. Repetindo não disse em momento algum que o objeto estaria em rota de aproximação ou choque com a Terra como recebi através de alguns e-mails, apenas me referi que o corpo celeste está aumentando sua intensidade luminosa (magnitude) e sua órbita parece expandir. Mais uma vez meu muito obrigado por sua participação no Projeto Quartzo Azul.

      Abraços e fique bem

      Excluir
  11. Dear Sir,
    O que quer que este é, por favor, certifique-se que você põe tudo o que você descobrir, no doman pública, assim que começa a proteção de ser público. Por que tantas organizações construir telescópios de infravermelho nas montanhas od América do Sul, como o SOAR Michigan State University? Há algo a ser encontrado.
    Obrigado pela sensibilização deste corpo celestial incomum.
    Thank you!
    Eu usei o Google Translator.

    ResponderExcluir
  12. temos você e seus estudos e descobertas, e com certeza a partir de então o mundo todo te acompanha, aguardo ancioso novas noticias, se posivel novas coordenadas atualizadas.

    ResponderExcluir
  13. EU ACHO MUITO INTERESSANTE COMO ESSE TEMA 'NIBIRU' MEXE COM A CABEÇA DAS PESSOAS, TALVEZ TAMBÉM ESTEJA MEXENDO COM O NOSSO CORAÇÃO...
    SE OS SUMÉRIOS FORAM SINCEROS EM SUAS NARRATIVAS, ISSO TEM UMA RAZÃO DE SER... PENSE NISSO...

    ResponderExcluir
  14. olá..sou canoense e tbm gosto das suas narrativas, pena que seu telescópio quebrou né? senão poderia conseguir mais detalhes do astro que se aproxima de nós..será que ainda existe os hannunakis??? ou esse astro está viajando em uma orbita padrão...?

    ResponderExcluir
  15. Aqui vai uma considerção particular,´passado o stresss que nibiru realmente esta causando, gostaria que pessoas não ligadaas a área astronomica tivessem acessso a visualização do espaço assim como locais tipo observatórios em todas as cidades turisticas ou não.Basta acalmar e ninguem lembra que o céu e sua imensidão tem muito a nos ensinar.Ressalto a nobreza da prof.. de astronomos que só mesmo é lembrada em ambito nacional quando algo muito espetacular esta a acontecer. abraços. luizinho19631602@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Bom Dia! gostaria parabenizar este trabalho, esta caprichado!
    Os Caldeus, Mesopotaneos ,Egipicios esses povos que olhavam o ceu ,viram e anotaram.
    Meu irmão continua nas tuas observações . deixo aqui uma dica de complemento.

    As Trasnformaçoes da Terra. (Sobre este astro vermelho,e muito mais)
    www.youtube.com/watch?v=rfIon96VwGU

    ResponderExcluir
  17. Olá, parabéns pelo blog, muito esclarecedor. Você tem coordenadas mais recentes deste astro? E caso a sua órbita esteja perto do nosso sol, seria possível visualiza-lo a olho nú em algum momento, nos próximos anos? Desculpe a minha ignorância, mas acredito no Nibiru e espero que não seja ele, mas caso for, tem alguma possibilidade de estar perto de nós até o fim deste ano?

    ResponderExcluir
  18. Gério Ganimedes, na madrugada de quinta para sexta-feira, 13/09/2012 e 14/09/2012, não sei as coordenadas; essa "coisa" vermelha ficou visível a olho nu. Das 04:30 até 06:00, mais ou menos.
    Escrevo de Brasília.
    Não sei as coordenadas, todavia certamente estava olhando para o sudoeste no horizonte.
    Olhei, nos dias seguintes, mais não vi mais nada.
    Contudo, percebi que a sua órbita é contrária a da Terra, pois, no momento, via também Vênus claramente; nos dias seguintes Vênus ainda estava lá, mas em posição à frente e essa "coisa" não estava.
    Não acho que seja um OVNI, ficou inerte por todo o tempo no horizonte, desaparecendo por causa da luz solar.

    ResponderExcluir
  19. Gério , boa tarde

    Voce tem mais alguma informação sobre esse corpo celeste? Localização , por exemplo? Sonia

    ResponderExcluir
  20. O interessante é que está mais ou menos da direção da mesma região do céu para onde convergem as anomalias dos afélios de cometas de longo período e também as perturbações apontadas por Robert Harrington.

    ResponderExcluir
  21. Gério . Por favor , voce tem informações atualizadas a respeito desse astro? Qual a posição dele nesse momento?

    ResponderExcluir
  22. Parece que não estão mais comentando sobre esse astro!Estou preocupada. Gério , voce como astrônomo pode nos dizer se realmente está vindo alguma coisa em direção ao nosso sistema solar para daqui décadas?

    ResponderExcluir
  23. OUVI DIZER QUE INCLUSIVE É UM ASTRO QUE "NÃO REFLETE" ISSO PROCEDE?

    ResponderExcluir
  24. CONFIRMADO DETRAS DE ISON VIENE NIBIRU

    https://www.youtube.com/watch?v=W23X0KsbCHY&hd=1

    ResponderExcluir
  25. A lua é o planeta X(Nibiru)....Esse planeta nunca saiu de cá e tem uma orbita redonda,quase perfeita,a volta da Terra.A lua parece mais um planetóide.Há muitos anos atrás o Luna 2 da ex união Soviética embateu na lua e provocou vibrações durante varias horas.Nas missões Apolo não apareciam estrelas porque a Nasa escondeu as varias estruturas que haviam por lá e os discos voadores que pairavam...

    ResponderExcluir
  26. Olhar para a Vida na zona

    Pesquisando na internet souber que existem 07 planetas orbitando essa estrela anã vermelha, e que há uma superterra na zona, você tem imagens mais nítidas e direta dessa superterra, e qual o período orbital desse exoplaneta

    ResponderExcluir
  27. Estudar o espaço.nem tudo sobre a terra ainda e nunca saberemos tudo,muito mesmo do espaço.
    https://www.coreldrawnaalma.com/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...