sábado, 22 de agosto de 2015

Em Busca do Poder da Criação de Deus o Homem Destruirá o Planeta e o Equilíbrio do Universo


Por Gério Ganimedes

O homem desde que iniciou sua caminhada através das colunas acadêmicas da física tem buscado incessantemente a fonte de energia que o criou. A idéia de chegar à partícula “celestial” ou como é conhecida hoje, “Partícula de Deus”, partiu de Petter Higgs em 1966 (Bóson de Higgs). O Grande Colisor de Hádrons (LHC) do CERN deverá recriar as condições existentes nos instantes iniciais de criação do universo, a grande explosão que teria criado toda a vida no universo, mas esta jornada parece estar cercada de mistérios e percalços. Logo que foi ativado o acelerador ou colisor de partículas do CERN o equipamento sofreu uma ruptura na estrutura que causou à interrupção dos experimentos. O dano foi causado pelo vazamento de gás hélio utilizado para manter os supercondutores em temperaturas criogênicas (temperaturas bem abaixo de zero na escala Celsius). Estaria a ciência, sendo freada ou sabotada por alguma inteligência superior para que não aconteça algo de muito grave?

Detalhe do acidente no LHC
logo após sua inicialização

Penso que manipular forças desconhecidas com engenharias ainda repletas de falhas pode nos conduzir por um caminho sem volta. Unir universos, destruir dimensões, abrir canais de comunicação que não devem ser abertos e criar forças sob as quais não teremos controle. Este é um caminho sem volta. A sétima arte, mesmo que sutilmente, tenta nos transmitir através dos filmes de ficção, com uma linguagem subliminar, alertas ou dicas de comportamento dentro das áreas científicas, para não avançarmos descontroladamente por regiões de forças incontroláveis e atitudes irreversíveis. A ciência ainda é falha e muito limitada dentro do conhecimento humano, portanto tentar controlar algo que ainda nem é conhecido, é como querer domesticar um tigre desde pequeno pensando que com a “técnica humana” controlaremos seu instinto criado naturalmente para ser selvagem. Assim são as forças do universo, selvagens, incompreensíveis e por hora muito além do horizonte da inteligência do homem. Tentar criar, forçar algo, apenas por capricho para dizer que somos tão grande como Deus, é algo perigoso. O risco de fazer experiências com partículas de energia, com uma engenharia sujeita à falhas poderá criar EVENTOS DESCONHECIDOS E INCONTROLÁVEIS.



No filme Homem Aranha II a história mostra justamente sobre o que pode acontecer quando realizamos experimentos com engenharias que manipulam forças desconhecidas. Um cientista cria uma partícula de energia, como se fosse um pequeno sol, mas foge do seu controle, e por falhas no equipamento, acaba se tornando uma energia destruidora, que absorve tudo a sua volta, crescendo e devorando a matéria e até a luz, como um buraco negro. É claro que é ficção, no entanto a mensagem que foi transmitida foi bem clara. Não devemos deixar a ganância e o poder sair do controle sob nossas idéias e criações.  Partindo-se desta ótica, e com a preocupação do Vaticano, tendo acesso às informações técnico-científicas sobre este projeto do CERN, sua santidade o Papa Francisco já deu seu recado sobre o que pensa sobre os passos do homem nesta direção. De acordo com o portal worldnewsdailyreport o Papa teria implorado a comunidade científica para suspender as operações no Large Hadron Collider (LHC-CERN) em um comunicado oficial do Vaticano. 

Através da minha janela de observação, mesmo atrás de minha visão limitada, pelos recursos de pesquisa que disponho atualmente, vejo esta aventura humana por uma ótica que apresenta a manifestação e ambição destes cientistas, como “crianças eufóricas brincando com fogos de artifício em volta da fogueira”, e que no rolar das pedras, vão acabar por se queimar e à noite urinar na cama quando descobrirem que o que fizeram não tem mais com desfazer. Segundo Stephen Hawking níveis energéticos muito elevados da partícula criada podem torná-la instável. Esse processo causaria uma decadência catastrófica do vácuo, o que levaria a um colapso do espaço e do tempo, ou seja, poderíamos causar um colapso no universo que conhecemos. Agora, agregando teorias de mestres e visionários da ciência moderna, fórmulas de cientistas de consideração internacional e visões filosóficas e religiosas, temos para esta equação um resultado nada promissor. Aperte o cinto, segure-se na cadeira e prepare-se para velocidade de dobra espacial, pois podemos estar prestes a ultrapassar a última fronteira não tendo o capitão James T. Kirk no controle da Enterprise  – se vamos sobreviver? Só saberemos depois que os senhores da ciência, brincando de deuses, apertarem o botão vermelho.

Fiquem bem!

Texto e edição de imagens: Gério Ganimedes
Colaboração: Rosana Ganimedes

AVISO AOS LEITORES

Na existência de direitos reservados sobre algum material eventualmente utilizado neste Blog, solicito nesta oportunidade aos seus autores, proprietários ou possuidores, o devido consentimento para sua utilização e manutenção neste espaço, no qual, comprometo-me fazer constar as anotações que os titulares do(s) direito(s) julgarem prudente que se faça inserir, mediante comunicação. A formal determinação de exclusão, por outro lado, será imediatamente cumprida.

Gério Ganimedes
Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul©©

4 comentários:

  1. GÉRIO , por que ao digitar 23 de setembro de 2015 no Google Maps sai o endereço do CERN?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é a pergunta de 1 milhão de dólares! Ainda não descobri, mas estou pesquisando de forma incansável qual a relação. Prometo que assim que descobrir...antes de 23 de setembro, publico uma postagem. Forte abraço

      Excluir
  2. Ótima publicação, Gério e Rosana Ganimedes. Gostaria que fizessem uma publicação relacionando a crise financeira atual na China e os investimentos financeiros no CERN. Realmente "Anônimo", ao digitar "23 de setembro de 2015 no Google Maps sai o endereço do CERN". Alguns colegas meus falam que isso pode está relacionado a um possível ataque por Hacker no momento em que o CERN retomar a criação da "particula de Deus", sabotando o experimento e provocando uma grande explosão capaz de criar um buraco negro na terra.

    ResponderExcluir
  3. O LHC nas mãos do homem pode terminar do mesmo jeito que uma granada nas mãos de um macaco... é só uma questão de tempo até a merd@ acontecer.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...