quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Paralisia do Sono ou Abdução?



Por Gério Ganimedes


Um tema que já foi discutido em inúmeros fóruns e congressos de ufologia por todo o mundo, e que já foi matéria apresentada em postagens aqui no Projeto Quartzo Azul, está de volta agora sob uma nova perspectiva analítica, baseada em relatos e testemunhos de pessoas que viveram o trauma dos sintomas e experiências ruins durante o sono, desde sua infância. Estas experiências são narradas com emoção por seus protagonistas e envolvidos, e chegam a se confundir em alguns casos, com visões de terríveis pesadelos, onde o medo e a repulsa mostram-se sentimentos vivos e reais.  Outros descrevem cenas de total paz e tranqüilidade, luz e até sons harmônicos. O que fica caracterizado durante a conversa ou hipnose consentida (realizada e monitorada por especialistas) é que estas pessoas parecem ter vivido experiências muito reais logo após entrarem num estado de sono profundo e no momento de despertar têm uma dificuldade muito grande para acordar, sendo descrita como uma espécie de “paralisia de todos os membros do corpo”. Através da pesquisa, em inúmeras ramificações da ufologia, puderam-se reunir fatos mais palpáveis para argumentar que nesta estatística, as pessoas que perceberam que aparentemente algum tipo de “corpo estranho” surgiu em alguma parte de seu corpo, curiosamente passaram por algum tipo de experiência anômala, que a ciência atual insiste em dizer que são características da Paralisia do Sono. Queremos aqui levantar a hipótese de que os sintomas causados por estes “possíveis agentes invasores de origem desconhecida” se apresentam de maneira diferente dos sintomas da paralisia do sono explicados por especialistas do sono e neurologistas.

 A paralisia do sono é uma condição caracterizada por uma paralisia temporária do corpo imediatamente após o despertar ou, com menos freqüência, imediatamente antes de adormecer. Fisiologicamente, ela é diretamente relacionada à paralisia que ocorre como uma parte natural do sono REM (em inglês Rapid Eye Movement ou "movimento rápido dos olhos") que é a fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos, a qual é conhecida como atonia REM. A paralisia do sono ocorre quando o cérebro acorda de um estado REM, mas a paralisia corporal persiste. Isto deixa a pessoa temporariamente incapaz de se mover. Além disso, o estado pode ser acompanhado por alucinações hipnagógicas.

Embora já explicado cientificamente, vamos apresentar agora fatos pela ótica ufológica.

Por uma questão compreensível os protagonistas pediram para manter suas identidades no anonimato. 
Este caso em particular chamou minha atenção por acontecer com quase todos os membros da família.

Localização: São Paulo / Brasil.
Caso: Suposto Implante e Abdução

Os três protagonistas afirmam que “o fenômeno salta de uma pessoa para a outra”.

A – Tem 46 anos - sexo feminino.
B – Tem 70 anos - sexo feminino.
C – Tem 18 anos - sexo masculino.

Eles descrevem suas experiências como sendo repletas de sensações e sintomas desagradáveis. [A] afirma e mostra na região, logo atrás das orelhas (junto ao lóbulo), estranhas saliências, como se fossem pequenos caroços (tamanho de um feijão), que se manifestam, às vezes atrás da orelha esquerda, às vezes na direita, e às vezes nas duas, coçando e aumentando de tamanho, mas também desaparecem. Quando estes “caroçinhos” se manifestam, parece coincidir com os sintomas. Paralisia dos membros, tremor interno, arrepios, “uma sensação muito ruim” conta [A], experimentados tanto a noite como durante o dia no caso de um cochilo. Os “sonhos” lembrados parcialmente por [A] quase sempre tem conexão com “naves extraterrestres e seus tripulantes”. [B] e [C] têm os mesmos sintomas, embora não lembrem de viver experiências com extraterrestres em seus sonhos. Seria este um caso de “abdução” em grupo?  Seriam os sintomas, causados pelos “implantes”, como uma reação neurológica para desligar as “vítimas”? Porque três pessoas diferentes, porém dividindo o mesmo espaço, teriam uma mesma condição de Paralisia do Sono?


Ovnis nos sonhos
Interpretação artística - Gério Ganimedes
Abduzidos relatam escutarem zumbidos estranhos, terem sensação de tempo perdido, de terem sonhos com seres de olhos grandes e negros, salas cheias de luz, naves, discos voadores e curiosamente se sentirem presos ao próprio corpo. Se em tantos casos, de envolvidos em supostas abduções, os sintomas são parecidos e como no caso da família do relato acima, acontecem com mais de um membro da família, surge uma pergunta que não quer calar: Será herança genética esta condição especial? Ou o DNA de alguns tem um “algo a mais” que chama a atenção destes “seres” que observam, monitoram e visitam a Terra, assim como os cientistas ou biólogos humanos, que aplicam sensores em membros de famílias de golfinhos para estudá-las, mesmo a grandes distâncias oceânicas?

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Rosana Ganimedes – Pesquisa de campo

Agradecimentos especiais à família paulista que nos recebeu e compartilhou suas experiências

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Projeto Quartzo Azul©©

7 comentários:

  1. Eu já tive várias paralisias do sono e todas acompanhadas de muita dor (onde hj tem uma pequenina marca vermelha), eu podia ouvir tudo ao meu redor, mas não conseguia gritar ou abrir os olhos e sempre quando parava e eu abria os olhos eu sempre via uma luz como se fosse um flash e então dormia normalmente. Depois de um fato muito estranho que aconteceu nunca mais tive essa paralisia e então fico me perguntando se tudo que aconteceu foi psicológico ou se tive uma experiência de viagem astral ou se realmente tive uma visita inesperada de outros seres.

    ResponderExcluir
  2. Para começar qualquer violação em nosso corpo físico sem a nossa autorização, é considerado uma transgressão por parte destes seres, ou seja, eles agem ao contrário as leis universais... Que estabelece ao ser humano encarnado ou outra espécie em trabalho de evolução, a não interferência, isso veem a alterar o seu livre arbítrio, pelos quais os seres elevados respeitam. Talvez logo no começo do meu despertar, também tenha passado por algo semelhante... Pois, segundo a minha esposa, numa certa noite, aconteceu algo estranho, como se algo tivesse me erguido e logo depois me jogou na cama com força, minha esposa acordou e levou um enorme susto. Não tenho nenhuma lembrança se algo aconteceu, neste tempo. Depois desta experiência, fiz contatos com seres celestiais e fiquei em paz.

    ResponderExcluir
  3. Onde estive?

    As vezes passamos por certas experiências em nossa vidas que no final sempre fica um ponto de interrogação. Foi o que aconteceu comigo em 1998. Não acredito que tenha sido um sonho, pois a experiência foi muito real e até certo ponto me deixou impressionada. Aconteceu logo depois que me deitei para dormir. Vou procurar ser fiel aos detalhes.
    Me encontrava pessoalmente naquele lugar. Pude sentir a sua vibração o qual me transmitiu uma certa escassez de amor e sensibilidade. Lembro-me que cheguei a pensar: "Tudo bem que a tecnologia aqui é muito adiantada, mas aqui não existe amor." Sentia em mim um sentimento humano de amor em contraste com aquele lugar.
    As ruas estavam desertas e o céu acinzentado. Comecei a caminhar pelas ruas e vi construções bastante diferente do qual estamos acostumados a ver. Eram de um formato quadrado, onde algumas pegavam a rua toda. Não vi nenhum dos seus moradores, pelo menos no trecho aonde me encontrava.
    Continuei a caminhar e dentro de mim "sabia" que não se encontrava no "meu tempo". Era uma sensação muito esquisita, como se estivesse muitos e muitos anos além do nosso tempo.
    Foi quando avistei lá na frente uma espécie de loja. Digo loja pois foi a palavra que achei mais próximo do que vi, embora não fosse iguais as nossas daqui, pois veio "compreensão" dos produtos de lá serem de altíssima tecnologia .
    Fui me aproximando daquela loja. Pude observar algumas "pessoas" como que separando algumas mercadorias. Pareciam que iam ser entregues. Não vi ninguém fazendo compras, somente aquelas pessoas. Aqueles "funcionários" estavam todos uniformizados e havia algo como mecânico em seus comportamentos. Me aproximei mais um pouco e um calafrio percorreu todo o meu ser: eram seres andróides ! Tive essa compreensão quase que imediato! Interessante é que tinham aparências humanas e que se fossem confrontados com os seres humanos, ficaria difícil distinguir quem era quem.
    Não havia sentimentos humanos nesses seres, embora houvesse muita inteligência. Tudo parecia lógico, racional, técnico... Me faltam palavras para qualificá-los. E a vibração daquele lugar! Tão técnico, Meu Deus! Desculpem, é difícil traduzir em palavras o que eu senti, mas era muito desagradável!
    Lembro-me que quando voltei já era dia, pois estava claro e o sol batendo na janela do meu quarto. Senti uma presença em pé do meu lado esquerdo e me encontrava paralisada.

    ResponderExcluir
  4. Nossa . Tive a paralisia do sono a um tempo atras e atras e lembro que atras da minha orelha esquerda começou a doer muito , na hora pensei que era algum inseto mas justo no dia que acordei da paralisia isso aconteceu . Muito estranho.

    ResponderExcluir
  5. Me recordo de uma paralisia que tive um mês e meio mais ou menos (data atual 13/09/2015)
    Aconteceu numa noite na casa da minha namorada num sábado,talvez uma das mais impressionantes que eu ja tivesse vivido.
    Eu estava coberto com o edredom,era um edredom fino acordei de um sono e eu estava imóvel,preso por algo que tinha controle sobre min .na minha percepção estava em cima do meu corpo que na posição esquerda se encontrava tipo fetal(com eu estava deitado,posição fetal).tentei de todas as formas me mover e gritar por ajuda,pedir socorro a minha namorada que estava deitada ao lado numa outra cama ,mas eu não conseguia, não saiam as palavras ,por aproximadamente 2 a 3 minutos.tentei arrastar meu braço pra sair do edredom e algumas pequenas mãos empurravam a minha,logo em seguida a paralisia do meu corpo foi se dissipando e senti como se o controle fosse sendo tirado pouco a pouco fi quando senti se arrastando dos dois lados do colchão algo como se fossem mãos ou qualquer coisa semelhante e foi se retirando de cima de min terminando o tempo de controle.tento ate hoje explicação para isso...com diversas pessoas,também de religiões e nada foi explicado.quando eu falo a respeito,pensam que sou louco e duvidam de min.FOI REAL!

    ResponderExcluir
  6. Cara, já aconteceu comigo e depois de assistir o filme Contatos de 4º Grau eu fiquei abismado com a semelhança de meu caso. Apesar de saber que o filme é fictício.
    Quando eu tinha uns 11 a 12 anos tive minha primeira experiência com paralisia do sono, eu dormia em um beliche onde meu irmão dormia na cama de baixo e eu na de cima, próximo aos pés do beliche havia uma coluna horizontal que espaçava meio metro entre a coluna e o telhado.
    Foi onde eu vi uma coruja parada e me olhando com seus olhos grandes, fiquei apavorado e paralisado, tentei gritar mas a voz não saia. Fechei os olhos fortemente e quando abri de novo, a coruja estava caminhando lentamente em cima de mim, dos meus pés até meu peito, quando chegou no meu torax eu fechei novamente os olhos em desespero e quando abri, a coruja havia sumido mas haviam vultos ao meu redor e muito barulho, chegava a ser ensurdecedor e não lembro de mais nada.
    Outra cena do filme em que me identifiquei foi a da Milla Jojovich tomando banho e encontrando furúnculos na parte de trás do pescoço.
    Até hoje tenho uns caroços em minha nuca que aumentam e diminuem com o tempo mas nunca somem totalmente.
    Convivo com essas "Paralisias do sono",uma vez por mês mais ou menos, são assustadores porém já estou um pouco acostumado.
    Enfim podem ser apenas pesadelos ou paralisia do sono e os caroços não terem nada a ver com isso tudo.
    Mas fiquei muito intrigado depois de assistir o filme e ver uma certa semelhança.

    ResponderExcluir
  7. Essas abduções durante o sono acontece comigo ha muitos anos na adolescência lembro-me de estar em sonho numa sala deitada numa mesa e havia uma seres com o se fossem médicos me operando depois disso minha vida virou um inferno dr madrugada ouvi dia aeres conversando e eles pareciam falar sobre mim acordei com o barulho e deitada filho dormir mas eles parecem que leem mente perceberam q estava lúcida e pararam s falar e sumiram acendi a luz não vi ngm fora os abusos sexuais sempre sonho com homens bonitos me seduze e durante o ato sexual eles mudam e forma como um réptil ou demônio não são os mesmos ha duas raças de seres diferentes posso afirmar e hoje ainda sofro durmo a não lembro de ter sonhos mas minha cama aparece suja com pequenas marcas de sangue tbm tenho marcas no corpo que aparecem do nada e não sei como me livrar disso esse ano estava na sala quando um ser pequeno me observava do lado de fora minha casa na janela eu vi seu reflexo na porta e ele sumiu esses dias sinto que tem alguém me observando em casa moro sozinha e tenho acordada a noite ouvindo como uma frequência de rádio.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...