domingo, 25 de outubro de 2015

Chuva de Cometas Pode Atingir a Terra a Qualquer Momento - Advertem os Cientistas

Extinção através de uma chuva de cometas
Ilustração: Gério Ganimedes


Por Gério Ganimedes

"O sistema solar é como uma espaçonave que viaja através da Via Láctea. Podemos nos defrontar com todo tipo de ameaça cósmica, por isso penso, que seria muita arrogância, pensar que somos invencíveis e inatingíveis, pois estamos num ambiente instável, inóspito e desconhecido" 

De acordo com alerta dado por cientistas, a Terra está em grave perigo, podendo ser atingida por uma chuva catastrófica de cometas desencadeada pelo sol a qualquer momento. O estudo constatou que estávamos errados com nossa “zona de segurança”. Os pesquisadores descobriram uma correlação entre os eventos de extinção na Terra com o caminho que nosso sistema solar faz através de áreas populosas da Via Láctea. O disco galáctico da Via Láctea contém grupos densos de matéria escura e os investigadores reivindicam que a matéria escura pode jogar cometas em nossa direção. A Terra pode estar em grande perigo, disseram os pesquisadores, em consequência do caminho que nosso sol faz através da galáxia, enviando cometas em direção a nosso planeta. Os pesquisadores identificaram um ciclo de 26 milhões de anos, ligado ao impacto de meteoros, que coincidem com o momento da extinção em massa ao longo dos últimos 260 milhões de anos. 

Nuvem de Oort - Região do sistema solar com trânsito intenso
de asteroides, cometas e meteoroides / Imagem ilustrativa

Os eventos do fim do mundo estão ligadas ao movimento do sol e sua família de planetas através da densa região do plano da Via Láctea. A perturbação gravitacional da Nuvem de Oort - um anel de objetos gelados que se situam sobre a borda exterior do sistema solar, acredita-se criar chuvas periódicas de cometas,  derramando grande quantidade de corpos celestes através da região interna do nosso sistema área antes considerada “segura”. O último desses eventos ocorreu há cerca de 11 milhões de anos atrás, mais ou menos o mesmo tempo em que ocorreu uma extinção em massa na Terra - Mioceno Médio (Mioceno – é a quarta época da era geológica). De acordo com o geólogo e professor Michael Rampino da universidade de Nova York, pode ser errado pensarmos em uma era planetária completamente segura.  Michael Rampino e seu colega, o professor Ken Caldeira da Instituição Camegie, realizaram estudos onde descobriram que seis extinções em massa coincidiram com períodos de elevados números de crateras criadas pelo impacto de corpos celestes com nosso planeta. O resultado das pesquisas forneceu estimativas mais precisas de ciclos de ataque de meteoros. A pesquisa foi publicada na revista Monthly Notices da Royal Astronomical Society.  

Seriam estes corpos celestes registrados
pela Lasco C3 / SOHO / NASA - prova científica do que está por nos atingir?

Com base na pesquisa e o alerta divulgado pelos cientistas, me permito fazer uma conexão com um evento recente registrado pela Lasco C3 da SOHO (Observatório Solar e Heliosférico da NASA). Na madrugada de 23 de setembro de 2015 mais precisamente as 04h54m as lentes sensíveis do Observatório Solar e Heliosférico da NASA capturaram uma verdadeira “chuva” de corpos celestes cruzando o disco solar, mas o que chama atenção na imagem é o rastro de um provável comenta (parte superior da imagem). O rastro deixou uma curva formada por uma esteira de gases. Resta saber, para qual direção, estes corpos celestes estão viajando. Vinte e quatro minutos depois as 05h06m uma nova imagem foi capturada pela Lasco C3, no entanto, nesta, a chuva de asteroides, ou seja, qual sejam os corpos celestes, eles já não estavam mais lá, o que sugere que estão a grande velocidade e mais próximos do ponto de observação (das lentes da SOHO) do que do sol. Diante deste alerta científico, alicerçado pelas colunas acadêmicas, revemos nossos cálculos sobre este evento anômalo no disco da Lasco C3 e agora talvez possamos compreender os registros e o lado astronômico da análise das imagens. O que concluímos, é que nada mais passa despercebido diante tantos sensores, sondas, pesquisadores e entusiastas pela astronomia, e pela quantidade de corpos celestes a grandes velocidades astronômicas, somando-se um astro em especial com características de cometa, parece que algo realmente grande a nível astronômico está para acontecer. Frente ao número cada vez mais crescente de bólidos incandescentes registrados, e que estão atingindo a Terra nos últimos meses, analisando as imagens da SOHO - Lasco C3 e culminando com o alerta dos cientistas, eu pergunto: Estaríamos diante de um evento celeste iminente e de grandes proporções? Lembro-me sempre, do meu grande amigo Abreu e a "Silenciosa e Implacável Linguagem dos Fatos".

Análise Digital da imagem: Gério Ganimedes

Fiquem Bem!

Texto, tradução, adaptação e análise: Gério Ganimedes
Colaboração: Rosana Ganimedes

AVISO AOS LEITORES

Na existência de direitos reservados sobre algum material eventualmente utilizado neste Blog, solicito nesta oportunidade aos seus autores, proprietários ou possuidores, o devido consentimento para sua utilização e manutenção neste espaço, no qual, comprometo-me fazer constar às anotações que os titulares do(s) direito(s) julgarem prudente que se faça inserir, mediante comunicação. A formal determinação de exclusão, por outro lado, será imediatamente cumprida.

Gério Ganimedes
Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul©©

6 comentários:

  1. Bom, se isso ocorrer, nada poderemos fazer, a não ser nos prepararmos para passar para o outro lado, com a maior dignidade possível!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virá como ladrão ... que não avisa !

      Excluir
  2. Gério, deixe de ser doido..."Chuva de cometas"? Você deve estar brincando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fui eu quem afirmou! Leia a matéria, veja a fonte no final do post, leia o conteúdo e depois venha me chamar de doido!

      Excluir
    2. Não fui eu quem afirmou! Leia a matéria, veja a fonte no final do post, leia o conteúdo e depois venha me chamar de doido!

      Excluir
  3. Gério , boa tarde!

    Gostaria , se possível se voce poderia nos dizer , se realmente essa conversa na Internet de que existem 2 sóis é verdade ou boato ; e que ele vai colidir com o nosso sol e com a Terra em breve. Existem realmente 2 sóis? O nosso e mais um ? Ou é algum outro astro que está adentrando o nosso sistema solar? Tem realmente alguma coisa acontecendo no nosso sistema? Grata

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...