quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

De Olho no Céu – Registros de Óvnis e Meteoros Crescem em Progressão Geométrica




Por Gério Ganimedes


“Assim como no passado, entre a ilusão de Harry Houdine e a realidade de Nikola Tesla existe uma linha tênue chamada fato. O tempo mostrará o que é ilusão e o que é real”.    Gério Ganimedes

Um aumento significativo na estatística de registros de aparição de óvnis e meteoros que penetram nossa atmosfera por todo o globo vem abarrotando as redes sociais de fotos e vídeos. Estaríamos atravessando uma região do espaço carregada de rochas errantes e ou sendo visitados constantemente por tecnologia extraterrestre que nos observa? Ou o que aumentou foi o número de observadores interessados e equipados com tecnologia digital de última geração? Excluindo-se os “virais” e “fakes” (falsos vídeos), não há mais como negar que existe uma massiva quantidade de registros astronômicos e ufológicos. Fato é, que o interesse pelo tema tem agregado adeptos e seguidores, mas um percentual significativo está relacionado as aparições e eventos astronômicos reais que ocorre acima de nossas cabeças.

Equipamentos digitais de última geração
possibilitam ver onde antes nenhum homem
podia ver

Nos dias de hoje desde uma criança até mesmo o vovô, possui em seu poder um aparelho celular com tecnologia digital avançada que incorpora uma câmera de alta definição de imagem, e quando algo anormal acontece o observador de qualquer idade ou gênero registra e logo a seguir compartilha nas redes sociais. E quase tudo isto, acontece na velocidade da luz. Tão rápido como os próprios agentes ou alvos dos registros que se deslocam no céu. O que tornou estes observadores do céu, fotógrafos incansáveis e dedicados? Os fatos. Nada mais pode ser escondido, ou passa por despercebido dos olhos rápidos e atentos dos observadores, somados a suas visões digitais. A verdade está lá fora? Não. Está na memória SD de sua câmera digital ou Smartphone, telescópio, etc.

Dizer que tudo que é registrado é falso, é o mesmo que dizer que ninguém olha para o céu. Mesmo diante do avanço da vida e do escoar das areias do tempo (The Sands of Time), cresce o numeral dos que dedicam um tempo de suas vidas para observar e alimentar sua curiosidade aos corpos alienígenas que nos cercam. Seja um meteoro caindo, uma luz estranha que se desloca no firmamento noturno, ninguém mais, excluindo-se poucos, deixa passar sem registro fotográfico ou em vídeo, um fenômeno ou evento celeste extraordinário sem explicação. Hoje o que brilha como inexplicável no céu torna-se dados digitais em um chip de memória e material para compartilhamento, como se fosse um “Graal” do observador que o capturou.


Surge neste ponto a pergunta: “Nos tornamos um Peter Parker ”? Acredito que não nos deixamos mais enganar pelo somatório de evidências, pela implacável linguagem visual dos fatos. Tornamos-nos analisadores críticos, registradores, e uma nova categoria surgiu. Os observadores dos eventos “explicáveis” pelos “especialistas” de plantão. No entanto, narrados, comprovados e contestados por quem os viu legitimamente e os gravou para não deixar nenhuma sombra de dúvida, indiferente a tecnologia digital utilizada. Nada mais é impossível frente à eletrônica que nos é oferecida pelo avanço tecnológico. O fato é, que estes fenômenos existem, contudo, muitos preferem ver um ônibus queimando, uma vítima de uma facção criminal, do que ver um meteoro em chamas entrando em nossa atmosfera ou uma pincelada divina no céu que mostra que existe vida em outros mundos. A vida aqui na Terra resume-se a tragédias, crimes, distúrbios sociais, enquanto a vida lá fora expande-se, recria-se, melhora, e nas pinceladas de Deus recriam novos paraísos, novos mundos, repletos de vida e esperança.

Fiquem bem...

Dedicado ao nosso irmão de coração ... Rubens e a toda sua família.

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Rosana Ganimedes

Gério Ganimedes
Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul©©

Um comentário:

  1. Amado irmão estelar e terreno, Gério de Ganimedes, prefiro chamá-lo assim, pois essa foi a vossa apresentação desde o começo do PQA e por isso deve ter um significado terreno e também cósmico. Estou aqui para agradecer pela lembrança, agradeço em nome de toda minha família terrena. Gério e amigos e amigas do PQA, tudo segue um plano cósmico, nada está atrasado, apenas as consciências humanas ainda estão atrasadas no despertar, digo grande parte da humanidade, mas todos vão acordar na alegria ou no terror. Mas como disse em sua postagem, sempre de olhos para o céu, porque as transformações vão acelerar-se, hercóbulus ou hercolóbus ele vai fazer a sua parte, a Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres também estão presentes e os Arcanjos e Anjos vão fazer o espetáculo no céu através dos meteoros, cometas e outros sinais celestes... São presentes divinos que nos dão de coração para coração, por isso tudo deve ser visto com alegria, assim como as pessoas que partem, devem ser vistos como uma forma de liberação da alma deste plano para outro mais elevado ( a forma de sair deste mundo é através da morte física ou ascensão junto com a terra), então estamos aqui presentes aguardando o momento da terra, que será o momento de toda humanidade, nada é visto como tristeza pelos seres universais tudo é visto com alegria, pois outras tentativas foram realizadas em outros ciclos e não obtiverão exito devido as armadilhas arcônticas sobre a humanidade, mas neste ciclo eles tiveram êxitos, e aí está o resultado, do trabalho do conjunto de consciências universais e almas terrenas que buscam a vossa verdadeira essência. Estou aqui presente de coração para coração, meu amigo e irmão, lhe desejo paz, que vossa luz o ilumine no aqui e agora. Paz e luz a todos seus familiares. Abraços.

    Rubens.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...